Prefeitura anuncia “Botão do Pânico” contra a violência doméstica

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Na manhã da última sexta-feira, dia 20, o prefeito de Capivari, Vitão Riccomini e o vice-prefeito, Bruno Barnabé, anunciaram uma novidade na prevenção contra a violência doméstica na cidade. O “Botão do Pânico” será um mecanismo destinado ao público feminino, onde mulheres poderão solicitar socorro imediato à corporação, ao apertar um botão em um aplicativo do celular.

De acordo com o secretário de segurança pública, Mauro Júnior, o “Botão do Pânico” funcionará de uma maneira simples e eficaz. “A mulher que possuir medida protetiva sobre alguém, poderá fazer o uso do Botão do Pânico caso passe por uma situação de risco, podendo acionar a Guarda Civil de maneira discreta através de um aplicativo no celular, permitindo que as equipes possam agir rapidamente da maneira correta. O alerta vai disparar de forma automática em nosso centro de comunicações e também dentro das viaturas através dos computadores embarcados. A pronta resposta será em minutos.”, afirmou.

Para fazer uso deste mecanismo de segurança é necessário possuir medida protetiva sobre um determinado indivíduo, além disso, para garantir o uso do botão do pânico, é preciso agendar uma visita à base da corporação, através dos WhatsApp 3492-3877 ou telefone 3492-4176, de segunda a sexta das 08h às 16h.

O prefeito de Capivari, Vitão Riccomini, também ressaltou a importância deste investimento. “O uso de tecnologia em segurança pública é uma determinação que eu e Bruno estamos implantando em Capivari, o Botão do Pânico será um mecanismo de segurança importantíssimo para as mulheres de nossa cidade se protegerem com eficiência em eventuais casos de violência doméstica, gostaria de parabenizar o secretário Mauro Júnior pelo empenho em tornar essas inovações realidade”, afirmou.

Após a vítima apertar o botão no aplicativo, rapidamente a Patrulha Maria da Penha, divisão especializada em atender casos de violência doméstica, será acionada. Hoje, Capivari tem aproximadamente 130 mulheres com medidas protetivas. A Guarda Civil de Capivari atende também através do telefone 153, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Explore mais...