Skip to content

Capivari participa da implantação da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Doenças Raras dos municípios do Estado de São Paulo

A secretária de Saúde, Vladia Guimarães e, a secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Manuela Maschietto Gonçalves Albini, participaram da implantação da Frente Parlamentar dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Doenças Raras, na manhã da última segunda-feira, dia 13, em Jaguariúna. O evento foi liderado pela Deputada Estadual Valéria Bolsonaro e pela Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que teve o intuito de garantir os direitos e a inclusão da pessoa com deficiência. O evento reuniu mais de 100 municípios.

As competências da Frente Parlamentar são: coordenar os assuntos, as ações governamentais e as medidas referentes a esse grupo; coordenar ações de prevenção, eliminação das formas de discriminação e propiciar sua inclusão na sociedade; orientar e acompanhar medidas de promoção, garantias e defesas da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Autoridades federais, estaduais e municipais estiveram no evento que marcou a implantação da Frente Parlamentar dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Doenças Raras nos Municípios do Estado de São Paulo. Hoje, já são 40 milhões de pessoas no Brasil, que têm algum tipo de Deficiência e precisam de uma representatividade maior na sociedade.

“É de extrema importância a criação de uma Frente como essa, só mostra que estamos caminhando para um mundo mais acessível para as pessoas com deficiência. Foram discutidos assuntos como a importância da inclusão em todos os âmbitos, desde as questões escolares, até no mercado de trabalho”, afirmou Manuela Maschietto Gonçalves Albini, secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida.

Já a secretária Vladia Guimarães, salientou a importância da Saúde caminhar junto com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. “A saúde das pessoas com deficiência depende de diversos fatores e a inclusão social. Aceitar e respeitar limitações, valorizar potencialidades dessa classe que por muito tempo ficou esquecida ”, disse Vladia Guimarães, secretária de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content