Skip to content

Com dois meses de funcionamento, câmeras corporais registram o atendimento de ocorrências de diversas naturezas em Capivari

Com dois meses desde a aquisição de câmeras corporais para integrar as equipes da Guarda Civil de Capivari, o equipamento auxiliou no atendimento de diversas ocorrências, desde violência doméstica a tentativa de assalto. Os equipamentos foram entregues à corporação no fim de agosto e atualmente pelo menos um oficial de cada divisão possui uma câmera integrada ao colete.

Na noite do dia 07 de outubro, a Guarda Civil de Capivari atendeu uma ocorrência de tentativa de feminicídio no bairro Bosque dos Pinheiros. Graças à agilidade dos oficiais, o suspeito foi preso em flagrante e a mulher, que se tratava da ex-esposa do homem, foi devidamente socorrida. Em imagens de uma das câmeras corporais, foi possível averiguar tanto o estado da vítima após o ataque, quanto a abordagem e prisão do suspeito.

Já na madrugada do dia 29, um indivíduo assaltou um posto de gasolina situado na avenida Pio XII. As câmeras de segurança do estabelecimento ajudaram com a descrição do suspeito que logo foi localizado pelas equipes da Guarda e preso imediatamente. Na filmagem da câmera corporal dos oficiais, é possível verificar desde o momento da abordagem até a entrega do homem à Delegacia de Polícia.

De acordo com pesquisas feitas por um grupo de pesquisadores do Reino Unido e do Brasil, que observaram as atividades policiais do estado de São Paulo e de Santa Catarina, o uso de câmeras corporais nos oficiais gera redução de casos de desacato à autoridade em 28,5%, além de registrar cerca de 70% dos casos de violência doméstica, auxiliando na tipificação da ocorrência.

Além disso, dados da Polícia Militar do Estado de São Paulo apontam uma diminuição de 46% nas mortes decorrentes de ações policiais, após a implantação de equipamentos desse tipo. Em Capivari as estatísticas mostram evoluções em outros aspectos, como por exemplo a redução de 50% no índice de furto e roubos de veículos em 2021 comparado ao mesmo período do ano passado, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública Estadual.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Mauro Júnior, as câmeras garantem que as atividades policiais são desempenhadas normalmente. “Com as filmagens obtidas pelas câmeras, podemos sempre garantir que os oficiais estão agindo de maneira correta no desempenhar das atividades policiais. Além disso, a captura de imagens da câmera pode servir como prova em delitos como violência doméstica por exemplo”, destacou.

Como honraria mais recente no quesito Segurança Pública, Capivari foi eleita a terceira melhor cidade entre municípios de 30 e 100 mil habitantes no quesito Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública, em votação organizada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content