Skip to content

Começa nesta terça-feira em Capivari a Operação Chuvas de Verão 2020/2021

Instituída pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC-SP) no Estado de São Paulo, a Operação vai até o dia 31 de março de 2021, com possibilidade de prorrogação

A Prefeitura de Capivari, através da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil informa que o Plano de Contingência Operacional de Enchentes e Inundações para o atendimento a população localizada em áreas de risco com pontos de enchentes, inundações, alagamentos, raios, quedas de árvores, fios de alta tensão e outros eventos adversos, dá início a partir desta terça-feira (1), durante o período chuvoso até o dia 31 de março de 2021, a Operação Chuvas de Verão.
A Operação, criada e instituída pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC-SP) e adequada pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC), visa diminuir o impacto das adversidades climáticas no município, com possibilidade de prorrogação devido as condições e possíveis alterações climáticas. Com o propósito fundamental de preservar vidas e a redução de danos humanos, materiais e ambientais, prevenindo e mitigando os impactos associados aos eventos típicos da estação climática mais chuvosa do ano.
A Defesa Civil estará realizando ronda nos locais passíveis de inundações, enchentes e alagamentos, e disponibilizará todas as informações necessárias a população, realizando o contato direto com o prefeito e secretarias empenhadas no Plano. Também realizará o constante monitoramento do nível da régua do rio Capivari, instalada na Ponte da Avenida Pio XII, bem como da régua eletrônica instalada na Ponte do Santoro, e o acompanhamento em tempo real de toda rede telemétrica do rio Capivari nas cidades de Campinas, Monte Mor e Indaiatuba (represa do Capivari Mirim), dados esses fornecidos pelo Sistema de Alerta de Inundação do Estado de São Paulo (SAISP), além de constantes vistorias “in loco” nesses locais.
Realiza também o acompanhamento de previsões climáticas, coletam precipitações pluviométricas fornecidas pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) e do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (CIIAGRO), assim como alertas fornecidos pelo Radar Unesp da Cidade de Bauru/SP e Radar do Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMET), e todas as emissões de alertas do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).
Quando necessário, ainda realiza em caráter preventivo, a solicitação da abertura total das comportas da barragem da Leopoldina junto ao Grupo Raízen, para facilitar o escoamento das águas provenientes de cidades vizinhas, visando diminuir impactos e o risco de enchentes.
Em caso de necessidade, o atendimento será realizado pelos telefones 199 e (19) 3492-3186 Defesa Civil; 153 e (19) 3491-1311 Guarda Civil; 193 Corpo de Bombeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content