Skip to content

Prefeitura entrega primeira carteirinha de identificação para autistas em Capivari

Em um momento histórico para Capivari, aconteceu na manhã desta quarta-feira, 14, a entrega da primeira Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista – CIPTEA. O ato simbólico ocorreu no Gabinete do prefeito Vitão Riccomini (PSL), que fez questão de entregar ao jovem Matheus de Paula Santos, de apenas 11 anos, o seu mais novo direito. Com a carteirinha é possível garantir atenção integral, pronto atendimento e prioridade no atendimento e acesso aos serviços públicos e privados, em especial nas áreas de Saúde, Educação e Assistência Social.

Também participaram da cerimônia, a vereadora Sele Rosada, defensora da bandeira da inclusão social, a Secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Manuela Maschietto Gonçalves Albini, e Jéssica Priscila de Paula Menegatti, a irmã e responsável pelo menino Matheus.

Para que tudo isso fosse possível, ocorreram diversas reuniões entre o prefeito Vitão, o vice-prefeito, Bruno Barnabé (PSDB), e a vereadora Sele e a Secretaria da Pessoa com Deficiência, onde foi colocado em pauta o Projeto de Lei 004/2021 (de autoria da vereadora Sele), que institui, através do uso da carteirinha, o pronto atendimento e prioridade na acesso aos serviços públicos e privados as pessoas que possuem Autismo.

Muito feliz pela conquista, o prefeito Vitão fez questão de enaltecer a iniciativa da vereadora Sele e da Secretaria da Pessoa com Deficiência, reforçando o compromisso com a causa da inclusão social.

“É nosso dever garantir acesso à Educação, ao trabalho, ou a uma vida segura. Portanto, para entender a proposta da inclusão social, é importante saber, minimamente, como ocorrem as desigualdades sociais, ou seja: abrir as portas sem se importar com como as pessoas são, sem descriminação e construindo uma sociedade que respeite a todos. Em acordo com isso, criamos a carteirinha para identificação dos autistas. Parabenizo a vereadora Sele e a Secretaria da Pessoa com Deficiência pela iniciativa e brilhante trabalho”, destacou.

A Secretaria Manuela Maschietto falou um pouco sobre o Autismo e suas características, ressaltando a importância de criar ambientes inclusivos, construindo um espaço que respeite a todos e contribua com o crescimento da pessoa com deficiência.

“O TEA engloba características que influenciam no comportamento social, na comunicação e na linguagem, em muitos casos, realizando atividades de forma repetitiva. Esse transtorno pode limitar a capacidade de alguns indivíduos de realizar atividades diárias e participar da vida em sociedade, enquanto outros são capazes de viver de forma independente. Nós, como Secretaria da Pessoa com Deficiência, vestimos a camisa do Autismo e todas as deficiências e doenças raras, recriminando veementemente qualquer tipo de discriminação e violações de direitos humanos. Só assim, com uma postura rígida e de respeito é possível vivermos em um ambiente socialmente responsável”, afirmou.

Para os estabelecimentos públicos e privados, estes poderão valer-se da fita quebra-cabeça, símbolo mundial da conscientização do transtorno do espectro autista, para identificar a prioridade devida.

A emissão do documento é gratuita, de modo que todos que possuem o Transtorno do Espectro Autista têm direito a carteirinha. A CIPTEA é expedida, mediante requerimento, acompanhado de relatório do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID) e deve ser solicitada na Secretaria da Pessoa com Deficiência, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Devido à preocupação com distanciamento social, a Secretaria recomenda que primeiro seja feito o contato telefônico, por ligação ou WhatsApp, através dos números do (19) 2146-1525 ou (19) 3491-1314.

A carteirinha terá validade de 05 (cinco) anos, devendo ser mantidos atualizados os dados dos cadastrados. Em caso de perda ou extravio da CIPTEA, será emitida segunda via mediante preenchimento de declaração de perda ou pela apresentação de boletim de ocorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content