Skip to content

Prestação de Contas da Saúde: primeiros 100 dias foi de reestruturação e organização

Os primeiros 100 dias da Secretaria da Saúde foram de ações voltadas para a reestruturação da pasta, além de combate ao Novo Coronavírus. A secretária Vládia Guimarães fez mudanças na chefia, coordenação e direção da Saúde, valorizando profissionais concursados e experientes, que tem muito a contribuir com a cidade.

A Ouvidoria da saúde também foi reformulada e agora atende de segunda a sexta, das 8h às 14h, pelo telefone 3492-7362. O maior diferencial da Ouvidoria foi a liberação de acesso aos sistemas, o que permite uma resposta mais ágil e uma solução mais eficaz para o paciente.

Outro setor que está passando por mudanças é a Farmácia Municipal. O formato de compra dos medicamentos e processos internos foi adaptado, propondo melhorias no atendimento e fornecimento de medicamentos aos pacientes que buscam esse serviço. O atendimento da farmácia nos postos foi ampliado e agora o farmacêutico visita as unidades duas vezes por semana.

A Santa Casa passou a ter uma nova gestão no começo de 2021, inclusive com voluntários contribuindo na administração da entidade. O resultado já tendo sido percebido pelos usuários, que sentem uma melhora no serviço. Além disso, foram feitos repasses de recursos e equipamentos para entidade, contribuindo com uma melhora no atendimento prestado. Para dar suporte aos pacientes de Capivari que precisam de UTI, a Secretaria da Saúde renovou o contrato de compra de leitos na Unimed.

Com relação à Dengue, foi criada a Campanha “Xispa Dengue – Todos contra o Mosquito”, com postagens em redes sociais, carro de som, panfleto informativo e ações da Vigilância Sanitária em pontos críticos, além de nebulização em bairros com maior taxa de casos.

Quando o assunto é estrutura, a Saúde realizou melhorias na fiação elétrica do Posto de Saúde Central, além de investimentos para finalizar a obra e entregar definitivamente o Posto de Saúde do Jardim Primavera. Também foram realizadas manutenção e melhorias em outras unidades, proporcionando mais condições de trabalho aos servidores e um atendimento melhor aos pacientes.

As Unidades Básicas de Saúde dos bairros estão recebendo uma geladeira modelo frigobar cada, para armazenar medicamentos como insulina. Dessa forma, pacientes não precisam mais ir até o Posto de Saúde Central para fazer a retirada dos insumos, basta ir até a Unidade de Saúde do bairro.

Com relação à Covid-19, Capivari fez a compra de mais testes rápidos e exames PCR, deu início a vacinação dos grupos prioritários, vacinando a primeira pessoa na região de Piracicaba. A cidade também entrou para o consórcio de compra de vacinas da Frente Nacional dos Prefeitos, com objetivo de imunizar a população o mais rápido possível.

A Saúde também realizou a primeira Campanha de Doação de Sangue de 2021 na cidade. Dessa vez, o número de bolsas disponíveis para coleta foi ampliado e agora são 200 unidades.

A pasta também vem buscando resolver as dificuldades com a falta de pacientes em consultas e exames, o que proporciona uma demora maior no atendimento. Algumas especialidades chegam a 50% de ausência, ou seja, metade dos pacientes com consultas agendadas não comparecem.

O quem vem por aí

A Secretaria da Saúde deu início a contratação de um médico veterinário para o Centro de Controle de Zoonoses. O profissional vai atuar no atendimento e castração dos animais. O Castramóvel também será transferido para o CCZ, onde dará suporte para a realização das cirurgias.

Também está previsto para as próximas semanas, um mutirão de exames de ultrassom. Serão 450 procedimentos realizados, com objetivo de desafogar a demanda reprimida no município. Outros mutirões devem ser realizados para desafogar o atendimento da saúde.

Ainda está prevista a realização mais de nebulização em outros bairros da cidade para combater a Dengue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content