Em lembrança ao “Fevereiro Roxo”, Secretaria de Saúde dá dicas de conscientização sobre Lúpus, Alzheimer e Fibromialgia

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Durante todo o mês de fevereiro, é lembrado como o mês de conscientização contra as doenças crônicas Lúpus, Alzheimer e Fibromialgia, popularmente conhecido como “Fevereiro Roxo”. Para abordar esse tema, a Secretaria de Saúde divulgou dicas e informações à população sobre essas condições, com intuito de incentivar o diagnóstico precoce e consequentemente melhorar a qualidade de vida do paciente.

Lúpus é uma doença inflamatória crônica que causa lesões e inflamações na pele ou até mesmo nos órgãos internos em alguns casos. Os sintomas podem incluir fadiga, dores nas articulações, manchas na pele e febre, podendo ser diagnosticada com simples exames de sangue e urina. Vale destacar que, com o tratamento adequado, é possível controlar a doença e garantir uma boa qualidade de vida.

Quanto a Fibromialgia, popularmente conhecida como a “doença das dores inexplicáveis”, se manifesta através de dores musculares crônicas generalizadas (que duram mais de três meses), além de alterações no sono, humor e disposição do paciente. Assim como o Lúpus, a Fibromialgia é mais comum entre mulheres, com o diagnóstico da doença podendo ser feito de maneira clínica.

Já o Alzheimer, a mais grave das três, é um tipo de doença degenerativa que causa demência no paciente de maneira progressiva e irreversível. Afetando diretamente o cérebro e suas funções cognitivas como a memória, linguagem, atenção e orientação, que vão piorando com o avançar da idade. Embora seja uma doença crônica, existem tratamentos para diminuir os sintomas e conter o avanço.

A Saúde recomenda que em caso de sintomas ou suspeitas de uma dessas doenças, procure atendimento na unidade mais próxima a sua casa. Quanto mais cedo o diagnóstico, mais fácil o tratamento do paciente.

Explore mais...