Skip to content

Operação Cidade Segura abordou cerca de 700 pessoas durante o final de semana

Neste final de semana, a Guarda Civil de Capivari realizou a Operação Cidade Segura, no intuito de combater aglomerações em locais da cidade, mediante denúncias, como medida para conter os casos de COVID-19. Os dias 28, 29 e 30 acumularam um total de 680 pessoas abordadas e orientadas em sete locais diferentes na cidade.

A situação foi mais tensa foi quando a Operação chegou ao bairro São João para conter uma aglomeração de cerca de 100 pessoas. As equipes da Guarda, Fiscalização de Posturas e da Vigilância Sanitária foram hostilizadas por alguns moradores do local com paus e pedras, resultando em danos às viaturas. Duas pessoas foram conduzidas à Delegacia e uma presa.

O ponto com a maior quantidade de pessoas abordadas pelos agentes foi a Praça Central, onde aproximadamente 360 jovens receberam orientações para deixarem o local. Além disso, incursões feitas no loteamento às margens da Avenida Marlene do Carmo Rossi, Praça Francisco Rossi e Santa Rita do Trevo tiveram cerca de 20, 60 e 40 pessoas abordadas, respectivamente.

Bloqueios em pontos estratégicos da cidade também foram feitos, oferecendo instrução aos motoristas quanto as medidas preventivas necessárias contra a COVID-19. Ao todo, 86 veículos foram abordados. Além disso, foram encerrados jogos de futebol na Fazenda Sobrado e na Área de Lazer da Vila Cardoso, resultando na abordagem de mais de 100 pessoas nos dois locais.

O reforço na fiscalização foi determinado pelo Prefeito de Capivari, Vitão Riccomini (PSL), após aumento no número dos casos de Covid-19 na cidade. “Precisamos que as pessoas tenham consciência e façam a sua parte. Todos devem colaborar, a responsabilidade e da sociedade como um todo”, disse Vitão.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Mauro Júnior, as ações devem continuar nos próximos finais de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content